Bug do Internet Explorer deixa Windows XP vulnerável para sempre; entenda

internet-explorer-deixa-windows-xp-vulneravel-para-sempreUma falha permanente no navegador Internet Explorer, da Microsoft, deixa computadores antigos vulneráveis a ataques hacker. Uma brecha de segurança encontrada nas versões 6 a 11 do browser permite que cibercriminosos tomem controle sobre as máquinas infectadas, o que forçará a fabricante do Windows liberar um pacote de correção para o problema. Porém, com o fim do suporte para o Windows XP, seus usuários deverão permanecer vulneráveis por tempo indeterminado.

Como checar se seu site favorito está vulnerável ao bug HeartBleed.

O bug pode ser explorado por cibercriminosos já que pode conceder permissões de administrador do sistema. Com isso, eles seriam capazes de controlar os computadores remotamente, apagar e modificar arquivos e instalar programas maliciosos para roubar os dados pessoais do usuário da máquina.

Apesar dos PCs com Windows XP serem mais propensos a ataques pela falta de suporte, um quarto dos usuários de Internet do mundo – fatia que corresponde ao total de usuários IE – estarão vulneráveis à ameaça até que uma atualização corretiva chegue, o que pode levar até um mês.

A Microsoft alerta ainda que as versões mais visadas são do IE 9, 10 e 11, em qualquer sistema operacional desktop da empresa.

Enquanto o update não chega, a utilização do Internet Explorer é contraindicada. Além disso, vale lembrar que usuários do Windows 8.1 devem fazer o download do pacote de atualizações “Update 1” para tornar seus PCs aptos a baixar correções de segurança da Microsoft. Já usuários do Windows XP devem usar outros navegadores como Google Chrome e Mozilla Firefox para evitar maiores problemas, ou fazer o upgrade para o Windows 7.

Via Microsoft e Digital Trends

Latas viram obras de arte.

8872159152_eb434d779d_zO trabalho do artista My Dog Sighs é a prova de que não existem limites para a arte, a imaginação é o suficiente para criar. O que antes eram latas que serviam para armazenar comida, são agora rostos. My Dog Sighs mora em Portsmouth, Reino Unido, onde realiza seu trabalho que é divertido e descontraído. A pintura nas latas é de grande diversidade, caveira mexicana, bebê e mascarados são alguns dos personagens retratados pelo artista. Ao escolher um objeto reciclável que estava destinado a ir pro lixo, o artista vincula às latas um tanto de humanidade e cria uma oportunidade de interação com as pessoas.

Atualmente My Dog Sighs expõe seu trabalho pelo mundo, mas antes disso acontecer, ele passou 10 anos fornecendo suas obras gratuitamente como parte do projeto Free Art Friday (Sexta-feira da arte grátis). O projeto consiste em deixar suas criações pelas ruas para que qualquer pessoa possa admirar e levar pra casa. As latinhas alegram o dia dos passantes e surpreendem quem não esperava encontrar uma verdadeira obra de arte na rua.

1

22

41

51

Extraído do Design Brasil.

Carregador wireless alimenta 40 smarts a 5 metros de distância; veja

rian design carregador iphoneUma equipe de pesquisadores do Instituto de Tecnologia Avançada da Coreia do Sul apresentou um protótipo de carregador sem fio capaz de abastecer até 40 smartphones ao mesmo tempo. Usando a mesma técnica de indução eletromagnética utilizado nos telefones atuais, o carregador consegue intervir em gadgets em uma distância de até 4,7 metros.

Carregadores sem fios comercializados hoje necessitam que celulares sejam dispostos sobre uma base para carregá-los, o que torna a tecnologia ainda pouco prática. No entanto, a equipe liderada pelo professor de Engenharia Nuclear e Quântica, Chun Rim, acredita que a distância entre aparelho e fonte de energia não será uma preocupação daqui a algum tempo.

“Assim como vemos zonas Wi-Fi de internet hoje em restaurantes e ruas, eventualmente haverá muitas zonas Wi-Fi de energia, fornecendo carga sem fio para dispositivos eletrônicos. Vamos usar todos os aparelhos em qualquer lugar e a qualquer momento, sem fios emaranhados e sem se preocupar com o carregamento das baterias”, explica Rim.

O princípio de funcionamento é simples: na base do dispositivo, uma corrente elétrica passa por uma bobina, gera um campo eletromagnético que atravessa a sala e chega às bobinas instaladas nos aparelhos eletrônicos. O resultado é uma nova corrente elétrica inversamente proporcional à distância entre os dois objetos.

Por essa razão, quanto mais próximos do ‘carregador’, mais rápido os eletrônicos recarregam suas baterias. O pico de performance do sistema se dá a três metros de distância, em que o carregador consegue fornecer 1.400 W de potência – suficiente para alimentar vários computadores e mais de vinte TVs LCD.

Por enquanto, a tecnologia está em seu estágio inicial, por isso a bobina receptora de energia ainda é grande demais para caber nos dispositivos atuais. Porém, no futuro, qualquer celular, TV e computador poderá ter um sistema do tipo capaz de recarregar a bateria sem precisar conectar a uma tomada.

 

Via Tech Tudo

Marco Civil garante privacidade, avalia pioneiro da web no Brasil

O Senado aprovou por unanimidade nesta terça-feira à noite o texto do Marco Civil da Internet que já havia passado pela Câmara dos Deputados há 28 dias. Agora, o projeto que define princípios, direitos e deveres para usuários e empresas depende apenas da sanção de Dilma Roussef para virar lei.

Image

Segundo o engenheiro Demi Getschko, considerado pioneiro da web no Brasil, o Marco Civil está “a serviço da internet para protegê-la de interferências espúrias de futuros projetos de lei bem-intencionados que podem ser danosos ou de bisbilhotagem adicional”.

Para Getschko – que dirige o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto Br (NIC.br) – o documento é benéfico porque garante privacidade – dando ao usuário a possibilidade de determinar o que será coletado -; responsabilização adequada pelo conteúdo publicado – a culpa é de quem publica, e não de quem veicula -; e a controversa neutralidade da rede, que determina igualdade entre os serviços de internet – evitando que haja “pedágios” por parte dos provedores. Ou seja, a velocidade contratada precisa ser entregue na íntegra, independentemente do tipo de conteúdo acessado. (Saiba mais)

Este último ponto, segundo Getschko, é importante porque permite uma experiência completa na internet, livre de pacotes restritos. “Você não pode ter uma internet parcial. Não queremos que a internet vire uma TV a cabo onde se aparecer um novo canal, você nem sabe que ele existe porque não está na sua grade”, analisa. “Se você ganha salário mínimo, pode comprar 10 gramas de caviar. Ninguém pode dizer que você não tem direito a caviar porque você ganha salário mínimo e por isso tem que comprar arroz e feijão”, exemplifica.

Extraído de olhardigital.uol.com.br

Descubra como surgiu a impressora 3D

A impressão 3D está revolucionando diversos setores da economia, sendo utilizada para criar instrumentos musicais, próteses humanas, chocolates, brinquedos e até casas. Entretanto, poucos sabem que a tecnologia não é recente – sua primeira máquina funcional completa 30 anos em 2014. Conheça abaixo um pouco da história da impressora 3D e sua evolução.

Image

As impressoras 3D vem se popularizando continuamente (Foto: Renato Bazan/TechTudo)

Como surgiu

A primeira impressora 3D funcionando a pleno vapor foi invetada por Chuck Hull, um norte-americano do estado da Califórnia, em 1984, utilizando a estereolitografia, tecnologia precursora da impressão 3D. Hull já havia desenvolvido um ano antes a tecnologia do que viria a ser a máquina, quando ela tinha duas funções principais, sendo uma delas a criação de lâmpadas para solidificação de resinas, primeiro objeto criado pela ferramenta.

Image

Chuck Hull (à esquerda) junto a um dos protótipos do que viria a ser a impressora 3D ( Foto:UT-Austin/Reprodução)

A principal, entretanto, foi a confecção de partes de plástico de forma rápida, já que o processo tradicional levava de seis a oito semanas, e as peças ainda precisavam ser refeitas diversas vezes devido a problemas na manufatura.

Sendo assim, com a produção desses componentes em um ambiente controlado e de maneira muito mais veloz, a impressora 3D já demonstrava flexibilidade e rapidez, duas de suas principais características até hoje.

Image

Chuck Hull, inventor da primeira impressora 3D (Foto:industryweek/Reprodução)

Poucos anos depois, Chuck Hull fundou a 3D Systems Corp., patenteando sua criação e diversas formas de impressão, assim como inciando a comercialização da tecnologia. Para se ter uma ideia do sucesso, a empresa permanece como uma das líderes do segmento até hoje.

O custo de fabricação e o avanço nos métodos de impressão vem barateando cada vez mais essas impressoras. Na década de 90 era preciso desembolsar em torno de um milhão de dólares por uma delas. Vinte anos depois, existem modelos que podem ser adquiridos por até mil dólares, apenas, se comparado ao incial. Em um futuro não muito distante, a tecnologia estará disponível para grande parte da população, como a impressora normal, podendo ser utilizada no dia a dia.

Extraído de techtudo.com.br

Twitter libera novo perfil para todos os usuários; veja como ativar

O novo visual do perfil do Twitter foi liberado a todos os usuários na terça-feira (22), inclusive no Brasil. Lançado no último dia 8, o redesenho da rede social trouxe muitas novidades para a página pessoal, incluindo destaque de tuítes populares, tuítes favoritos, foto de capa maior no topo e uma galeria de imagens e vídeos mais organizada. De maneira geral, tudo ficou familiar e parecido com o Facebook.

Image

Liberou geral; Twitter abre novo visual do perfil para testes para todos os usuários (Foto: Reprodução/Twitter)

Quem acessa o Twitter nesta quarta-feira (23) recebe, no topo da interface, um convite: “Experimente o novo perfil do Twitter.” O microblog convida para escolher uma imagem personalizada para a capa, fixar um tuíte no topo e “mostrar o que você tem de melhor”. Divertido, o guia da nova interface da rede social sugere “Mostre o seu charme. Carregue uma foto de perfil e ela será ajustada automaticamente”.

Image
Em português, Twitter convida para testar o novo visual da página de perfil (Foto: Reprodução/Twitter)

Image

Além da nova página de perfil, o Twitter modificou a maneira de apresentação dos tuítes favoritos na linha do tempo. Posts com mais engajamento (favoritados e retuitados) são exibidos em tamanho maior. Um novo filtro permite também visualizar timelines com tuítes, tuítes com vídeos ou tuítes de resposta.

Ative o novo perfil do Twitter e conheça as novidades do microblog (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)

Restrita a um grupo pequeno de usuários no último mês, a nova interface agora pode ser testada por qualquer um, antes que se torne obrigatória em data ainda indefinida. Inclusive para internautas brasileiros, com o layout e botões em português, além de uma guia de edição.

Para ativá-la, basta fazer login no microblog e clicar no banner do topo ou acessar twitter.com/new-profiles e clicar em ‘Tenha-o agora’. O usuário é automaticamente redirecionado ao seu perfil novo e pode, então, optar por descartar ou manter as mudanças, clicando no botão “Ativar” ou em “Agora não”.

Segundo o Twitter, todas as imagens escolhidas são redimensionadas automaticamente para um ajuste perfeito. Você também pode editar as fotos ou as cores em tempo real. No Flickr, o Twitter criou uma galeria com várias sugestões de fotos de capa, a Header Image Gallery, com um total de 32 fotos.

Extraído de techtudo.com.br

Os bebês vingadores de Ben Oliver

Seja qual for seu super-herói favorito, ele já foi criança um dia.

É isso que o ilustrador Ben Oliver retratou de forma divertida na sua série de ilustrações “Little Avengers “.

Já imaginou o Capitão América, Homem de Ferro, Thor, Hulk, Viúva Negra, Gavião Arqueiro e Nick Fury como bebês “indefesos”? Então confira abaixo:

ImageImageImageImageImageImageImage

Extraído de designerd.com.br

Quando obras clássicas se encontram em elementos da comunicação moderna

Hoje em dia estamos acostumados com emoticons e mensagens de redes sociais e de seu próprio computador nos avisando sobre algo. A comunicação moderna revolucionou o modo como nos expressamos e entendemos o mundo.

Mas, e se tais elementos modernos fossem inseridos em obras clássicas? Foi essa a ideia da designer ucraniana Nastya Nudnik, que uniu esses dois universos.

Confira o divertido resultado:

ImageImageImageImageImage

Extraído de designerd.com.br