iPhone: como descobrir quais apps estão ‘drenando’ a bateria no iOS 9

O iOS 9 trouxe melhorias no gerenciamento de energia do iPhone, aumentando a autonomia da bateria em até uma hora. Entretanto, se seu celular continua descarregando rapidamente, é possível descobrir quais aplicativos estão “sugando” a energia do celular para manter a carga por mais tempo.

A função é ideal para controlar melhor o gasto de bateria, bloqueando a execução em segundo plano ou até deletando apps que gastam muita bateria. Veja como.

ios9-bateria

Passo 1. Abra as configurações do iOS, toque em “Bateria” e aguarde até que a lista de aplicativos seja carregada;

imagem 2

Passo 2. Os aplicativos que mais gastaram bateria nas últimas 24 horas serão exibidos em ordem decrescente. Você pode selecionar “Últimos 7 dias” para ver uma lista com aqueles que consumiram mais energia ao longo da semana.

Tocando sobre o ícone do relógio, é possível descobrir o tempo em que cada app ficou ativo na tela ou executando atividade em segundo plano;

imagem 3

Passo 3. Após identificar os aplicativos que mais consomem bateria, você tem três opções: evitar usá-los quando estiver com pouca carga, desativar a atualização em segundo plano ou desinstalar.

Pronto! Dessa forma, você poderá descobrir quais aplicativos estão contribuindo para que a bateria do seu iPhone acabe rapidamente.

Fonte: TT

Cinco quedas mais ‘bizarras’ da GoPro que gravaram imagens impressionantes

A GoPro é, sem dúvida nenhuma, a câmera de ação mais famosa e mais utilizada no mundo. Usada pelos mais diversos perfis de usuários, um dos seus principais trunfos são suas cases super resistentes. Elas permitem que a GoPro caia de alturas estonteantes e mesmo assim saia ilesa. Além de gerar boas histórias para contar, elas gravam imagens incríveis de suas quedas livres. Confira agora cinco quedas bizarras da GoPro que se não tivessem sido gravadas você não acreditaria.

gopro-hero4-black

Queda do capacete de um paraquedista

Este caso aconteceu na Suécia. No vídeo abaixo você pode ver três paraquedistas saltando de uma avião. O salto ia bem até que um deles chegou muito perto de seu companheiro, que bateu na GoPro acoplada ao capacete dele. A câmera caiu e o que se seguiu foi uma sequência bizarra de imagens girando em alta velocidade, até que ela cai em um prado, sobre a grama. Veja o video:

[youtube=https://www.youtube.com/watch?t=8&v=gF4TTPXu9r0]

GoPro voou tao alto que registrou imagens do espaço

Esse caso é particularmente maluco. Uma GoPro foi acoplada a uma balão meteorológico e só foi encontrada dois anos depois. A câmera de ação foi enviada aos céus em 2013 por um grupo de estudantes no Grand Canyon. Após o lançamento, a câmera demorou 1h12 para atingir a estratosfera, que foi onde o balão estourou. Em outras palavras, estra GoPro caiu de uma altura superior a 30 km. Confira as lindas imagens gravadas por ela nesta viagem incomum:

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=EABQ5psUz70]

GoPro cai de avião, aterrissa em chiqueiro e escapa de ser comida por um porco

Sim, a descrição acima foi bem literal. O dono desta GoPro estava voando sobre várias fazendas e filmando a vista com sua GoPro. Porém, acidentalmente, ela caiu e, segundos depois, aterrissou num lugar nada interessante: um chiqueiro. Como se não bastasse, o inquilino tentou comer a pobre GoPro que, mesmo toda melecada, resistiu bravamente às investidas do suíno. Veja essa aventura abaixo:

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=QrxPuk0JefA]

GoPro resiste à queda de 3.810 metros

Outro paraquedista, chamado Lucas Damm, percebeu que a sua GoPro resolveu praticar queda livre depois de terminar um salto de paraquedas num belo dia. Ao chegar ao solo, ele percebeu que a câmera não estava mais presa ao seu capacete. Depois de procurar por algum tempo, ele se surpreendeu ao ver que a GoPro não só estava intacta como também caiu numa posição em que filmou a aterrissagem dele e de seus companheiros de salto. Bem interessante este vídeo:

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=aU-KvtA20v8]

GoPro filma acidente de avião no mar

Esse caso, veiculado por diversos jornais no mundo todo, não foi bem uma queda de GoPro. Mas uma queda de avião. Percebendo que o avião onde estava ia cair em alto mar, o homem toma a atitude mais lógica que se poderia ter: saca a sua GoPro e filma tudo. Desde o “pouso” forçado do avião no mar, até os procedimentos de segurança, como vestir o colete salva vidas, a saída do avião e a espera do resgate. Tudo isso com muito sangue frio e uma GoPro. Confira o vídeo:

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=qRvqyA566ac]

Fonte: TT

Seu HD pode estar sendo invadido, evite;

HDs externos wireless da Seagate podem apresentar riscos sérios aos usuários. Através de uma falha, criminosos podem abrir remotamente os disco rígidos utilizando um login genérico, que dá acesso aos dispositivos e permite que dados sejam extraídos dos HDs. A falha foi exposta numa operação realizada pela empresa de segurança Tangible Security.

Segundo Washington Reis Brito, engenheiro da Seagate no Brasil, a fabricante dos HDs teve conhecimento do problema há algum tempo e vem desenvolvendo correções para a brecha desde então. “Em uma ação conjunta com a empresa de segurança, desenvolvemos patches para corrigir o problema ao longo dos meses”, explica.

seagate-wireless-disco-rigido-externo

Washington afirma que a informação de que a Seagate foi pega de surpresa pela revelação da falha e que liberou correções para o problema em caráter emergencial não são verdadeiras. “Prova disso é que a atualização foi liberada em 1º de setembro no CERT (site especializado em registrar vulnerabilidades de software)”. Enquanto isso, o post da Tangible Security, que divulgou a história na Internet, foi ao ar no dia 2.

De acordo com o engenheiro é altamente recomendado que os usuários procurem atualizar o firmware de seus discos rígidos. Para realizar o procedimento, é preciso acessar o serviço de atualização via Internet. Segundo o engenheiro, uma vez realizada a instalação da nova versão do firmware, o problema estará corrigido.

A brecha encontrada nos produtos wireless da Seagate possibilita que hackers acessem o HD com privilégios de administrador, permitindo ao invasor executar um serviço Telnet, que pode garantir acesso aos dados armazenados. Telnet é um protocolo de rede que permite acesso remoto via Internet ou conexão local a dispositivos que estejam conectados a uma rede, como é o caso dos discos rígidos wireless.

Fonte: TT